segunda-feira, 29 de outubro de 2012

FREGUESIA DE POUSOS


REGIÃO                   CENTRO
SUB REGIÃO            PINHAL INTERIOR
DISTRITO                 LEIRIA
CIDADE                    LEIRIA
FREGUESIA            Pousos
Heráldica
A proposta de Brasão de Armas da Freguesia de Pousos, foi aprovada pela Associação dos Arqueólogos Portugueses, em 1985. Publicado no Diário da República em 1997, o Brasão, Bandeira e Selo Branco, ficaram as armas com a configuração que se descreve:
 Brasão
De verde, ponte de um só arco de prata, laureada de negro e assente num pé de água de cinco faixetas ondadas de azul e prata. Pousado na ponte, um corvo de sua cor.
Coroa mural de três torres, de prata. Listel branco com as letras a negro FREGUESIA DE POUSOS”

Bandeira
De vermelho, cordão e borlas de prata e verde. Haste e lança douradas.

Selo
Circular, tendo ao centro as peças do brasão sem indicação dos metais e cores e tendo em volta a legenda FREGUESIA DE POUSOS, entre dois círculos concêntricos”.
Descrição
A ponte,
 peça principal do escudo, por ser considerada o elemento de maior valor histórico e arquitetonico da sede de freguesia. Representa a ponte romana sobre a Ribeira do Sirol, que atravessa a população e que faz parte da estrada nacional nº 113.
 O corvo,
peça que também consta das armas da cidade de Leiria, representa o elo de ligação entre a freguesia dos Pousos e a antiga freguesia de S. Pedro (Leiria), da qual foi desagregada por D. Álvaro de Abranches, por provisão de 12 de Janeiro de 1714; é negro, a significar firmeza e honestidade.


O ondeado
representa a Ribeira do Sirol, imã das principais fontes de riqueza da freguesia, pela fertilidade que transmite aos seus campos.


O campo de escudo,
 de verde, simboliza heraldicamente a esperança e a fé.

A coroa mural
é de três torres, conforme está estabelecido à categoria de aldeia.


Historia
Pousos é atualmente local de grande expansão urbanística e industrial e uma região rica em história a tradição.
Os mouros ocupavam boa parte desta área deixando vestígios dos seus arcaísmos agrícolas de poços, picotas, cegonhas e pequenos diques que ainda se vão encontrando nos campos, contrastando vivamente com o desenvolvimento economico.
Desde tempos remotos que é terra de cultivo, de tal forma marcante que nos deparamos constantemente com vestígios de uma policultura que a pouco e pouco vai sendo aqui abandonada, ali substituída por plantações de pinheiro ou eucalipto. Solo vermelho, solo preto, cultura seca ou regada; dos solos de diversas naturezas, resulta uma paisagem de variadas manchas multicolores. É pois o contraste urbano/rural que marca este local.
Há perto de 300 anos, Pousos não era freguesia, era apenas uma localidade que fazia parte da freguesia de S. Pedro – Leiria.
Em 1713, a Paróquia de S. Pedro, estava dividida em duas repartições, localizadas à volta de Leiria: Barosa e Sirol. Em Dezembro do mesmo ano, foram definitivamente transferidos alguns lugares da sede da Paróquia de S. Pedro para os Pousos.
Em 12 de Janeiro do mesmo ano, por despacho do referido Bispo de Leiria, foi criada a freguesia de Pousos, suprimida à freguesia de S. Pedro.

Etimologia – Pousos é uma palavra proveniente de Pousadores que evoluiu para Pousadouros e traduz a ideia de local onde se pousava, descansava, de uma caminhada longa ou esforçada. Aqui recompunham as forças, antes de enfrentarem o último troço de caminho que os lavaria à cidade e aos seus diversos afazeres.

Festas e Romarias
Festas anuais Freguesia de Pousos
Festa em honra de S. Sebastião – realiza-se no 3º domingo do mês de Janeiro no lugar de Pousos
Festa em honra do Sr. dos Aflitos – realiza-se no domingo D’Ascenção  no mês de Maio ou Junho no lugar de Pousos
Festa em honra da Nossa Senhora da Conceição – realiza-se no 2º domingo do mês de Agosto no lugar de Vidigal
Festa em honra da Nossa Senhora da Saúde – realiza-se no 3º domingo do mês de Setembro no lugar de Andrinos
Festa em honra da Nossa Senhora do Desterro - realiza-se no 3º domingo de Outubro no lugar de Pousos
Procissão do Enterro do Senhor – realiza-se na sexta-feira santa antes da Páscoa no lugar de Pousos


Gastronomia


Bacalhau com Feijão Frade


Ingredientes para 4 pessoas


400 g de feijão frade 
sal 
azeite 
2 postas de bacalhau demolhado 
3 ovos 
1 cebola 
vinagre 
azeitonas pretas (facultativo)

Preparação

1.  De véspera, ponha o feijão frade de molho em água.

2.  No dia seguinte, escorra-o, introduza na panela de pressão e cubra com água.

3.  Tempere com sal e um fio de azeite.

4.  Tape a panela e coza durante 15 minutos após levantar pressão.

5.  Entretanto coza as postas de bacalhau e os ovos em água e sal durante 10 minutos.

6.  Escorra, descasque os ovos, retire as peles e espinhas ao bacalhau e faça-o em lascas. 

7.  Abra a panela quando a pressão já estiver escapado e escorra o feijão.

8.  Coloque-o na saladeira de serviço, junte-lhe a cebola, descascada e picada, e as lascas de bacalhau.

  9. Tempere a seu gosto com azeite e vinagre e decore com os ovos, descascados e cortados em gomos, e azeitonas pretas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário